Nacionalização do Projeto Aquarius torna-se realidade em 2021

O Projeto Aquarius, no auge dos seus 21 anos de existência, torna sua abrangência nacional por meio das frentes de trabalho da digitalização, saúde do solo e da condutividade elétrica do solo. Segundo o coordenador do projeto, professor Telmo Jorge Amado, o desejo de atingir mais de 1.000 produtores em nível nacional era um sonho antigo do projeto. Assim, com o apoio da ABDI no edital Agro 4.0, o projeto deixou de ser regionalizado no RS e passou a atingir 7 estados brasileiros: RS, SC, PR, MT, GO, BA e TO. E agora, com o lançamento do primeiro Índice de Digitalização do Agro no Brasil, o projeto alcança o objetivo de ajudar no desenvolvimento da agricultura nacional de forma efetiva.

Por meio da live aberta realizada no dia 15 de junho de 2021, o Projeto Aquarius lançou o índice denominado IDT (Índice de Digitalização e Tecnologia). O lançamento da plataforma contou com a presença do Coordenador do Projeto Aquarius professor Telmo Amado, do Coordenador do IDT e CEO da Drakkar Alan Acosta, do pesquisador da Embrapa e professor da Unicamp Edson Bolfe, do Presidente da AsBraAP, Marcos Ferraz e da jornalista e doutoranda da UFRGS Joana Colussi, direto da Universidade Illinois, onde realiza parte de seu doutorado.

O lançamento da plataforma, é considerado mais um marco importante entre as várias ações que tornaram o Projeto Aquarius uma referência em termos de pesquisa e difusão de inovações na agricultura. A live do dia 15 foi um sucesso e amplamente divulgada na mídia espontânea em mais de 15 sites, entre eles: Valor Econômico, AgTechGarage e Notícias Agrícolas.

A Engenheira Agrônoma Delis Dalbem, mestranda do Programa de Pós-Graduação em Agricultura de Precisão da UFSM e colaboradora da Drakkar, empresa parceira do Projeto Aquarius, participou do “Agrocast” na mesma semana, que é um programa de podcast da Cotrijal, também parceira do Projeto, onde ressaltou: “Um dos principais benefícios da plataforma é mostrar aos produtores que fizerem o teste do IDT qual seu nível de digitalização do pontos de vista de conhecimento e tecnologias disponíveis, ajudando-os a entender quais os próximos passos para avançar no processo de transformação de sua propriedade”. Vale ressaltar que o agricultor recebe ao final do teste um relatório completo de orientações de acordo com o que ele tem dentro da propriedade e onde ele pode melhorar.

Para Marcos Ferraz, atual presidente da AsBraAP (Associação Brasileira de Agricultura de Precisão), que também participou do “Agrocast”, “o conhecimento do agricultor talvez seja um dos maiores entraves para a adoção de tecnologias digitais. Muitas vezes você encontra produtores que possuem as máquinas que têm as tecnologias, mas não as usam da melhor forma ou não aproveitam bem elas como, por exemplo, o mapeamento de colheita e GPS nas máquinas”.

O grande objetivo deste índice é possibilitar que os produtores rurais de soja façam um diagnóstico de seu nível de tecnologia, comparando seu status atual a nível nacional, estadual e regional. Ao final do teste o mesmo recebe orientações que podem contribuir com a implementação de tecnologias 4.0 em sua propriedade, buscando respeitar a curva de conhecimento sobre o assunto. Além disso, o estudo do banco de dados gerado pelo IDT através de ferramentas de Analytics devem abrir caminhos para futuras iniciativas de pesquisas públicas e privadas.

Em julho o Projeto Aquarius, em parceria com seus parceiros, Stara, Cotrijal, UFSM, Drakkar e OWS, irá apresentar a última live do edital Agro 4.0, em parceria com a ABDI, dando um overview sobre os dados coletados até o momento pela Plataforma IDT e também apresentando resultados sobre os trabalhos que buscam medir a Saúde do Solo e a Condutividade Elétrica do Solo. Estes dados estão sendo coletados em 50 produtores de referência nacional, os quais já ajudaram na construção do IDT e agora tem um experiência das tecnologias citadas. Não deixe de acompanhar esta nova jornada do Projeto Aquarius nas redes sociais ou mesmo pelo site.

COMPARTILHE EM SUAS REDES SOCIAIS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on reddit
Reddit

Posts Relacionados

×