Projeto Aquarius realiza evento online com parceiros e ex-aquarianos

Na noite do dia 9 de fevereiro, ocorreu a primeira live relembrando os 20 anos do Projeto Aquarius e apresentando os novos desafios para os próximos anos do projeto. O principal objetivo do evento foi debater e trocar insights acerca do uso das tecnologias por parte dos produtores rurais. Para isso, o evento contou com a participação de representantes das empresas parceiras do projeto (Stara, Cotrijal, Drakkar e OWS), do professor da Universidade Federal de Santa Maria e coordenador do Projeto Telmo Amado e de ex-aquarianos convidados, a fim de acrescentar à discussão trazendo suas experiências e demandas como profissionais da área.  

Abrindo o evento, o professor Telmo Amado relembrou a história e comentou sobre as novas projeções e o grande desafio para o Projeto de instigar e promover a digitalização do Agro, além de agradecer e destacar a importância do apoio à pesquisa e à universidade por parte das empresas parceiras ao longo do tempo.

Além disso, foi apresentada a ideia da construção do ITC – Índice de Tecnologia e Conhecimento que irá avaliar níveis de tecnologias e conhecimentos dos produtores rurais focado na Digitalização do Agro. Para contribuir com esta discussão, os ex-aquarianos presentes na live participaram previamente de um teste feito por meio de um questionário que buscou realizar um diagnóstico dos seus níveis tecnológicos e de conhecimento e saber quais são as áreas em que existem maiores dificuldades para a digitalização do processo. Esta pesquisa faz parte do projeto premiado pela ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial) em dezembro de 2020.

Após apresentação dos primeiros resultados do Ranking Tecnológico, foram realizadas rodadas de bate-papo para discussão dos resultados atingidos e das experiências obtidas com este teste, como as impressões que os participantes tiveram ao respondê-lo. A  maioria dos relatos destacou a amplitude das questões abordadas e a tranquilidade em respondê-las, havendo ainda muitas contribuições coletadas e diversas sugestões para acrescentar à qualidade da pesquisa.

O próximo passo da pesquisa é submetê-la para, primeiramente, um grupo de 50 produtores, que fará a avaliação final e, por fim, ampliar a aplicação via plataforma/aplicativo para mais 5 mil produtores em todo o Brasil em até 7 meses. De acordo com Alan Acosta, CEO da Drakkar, parceira do Projeto Aquarius e líder do Sub-Projeto submetido à ABDI, esse é, sem dúvida, um dos maiores levantamentos técnicos sobre o grau e a qualidade de adoção de Tecnologias 4.0 já realizados no país que, além de tudo, irá apontar caminhos para as novas ações de difusão ligadas ao processo de digitalização nas propriedades rurais.

COMPARTILHE EM SUAS REDES SOCIAIS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on reddit
Reddit

Posts Relacionados

×