Projeto Aquarius recebe prêmio para difusão de Tecnologias do Agro 4.0

O Projeto Aquarius, que há 20 anos pesquisa, aperfeiçoa e difunde novas tecnologias aos produtores rurais do Rio Grande do Sul junto a parceiros da iniciativa privada (STARA, COTRIJAL, DRAKKAR) e pública (UFSM), recebeu premiação da Agência Brasileira para o Desenvolvimento Industrial (ABDI) no Programa Agro 4.0.

O Programa visa estimular e fomentar, por meio de auxílio financeiro, o uso de tecnologias 4.0 no agronegócio. O 1º Edital do Programa aberto em Setembro de 2020, com 99 candidaturas, selecionou 14 projetos que se destacaram pelo impacto das propostas de adoção e de difusão de tecnologias 4.0 no agronegócio, além do Prêmio de R$ 300.000,00, os projetos selecionados serão acompanhados de forma a identificar modelos viáveis de aplicação de soluções, focadas em aumento de eficiência, de produtividade e redução de custos do Agro.

O projeto premiado pela ABDI, resultado de um trabalho colaborativo entre a equipe de gestão do Projeto Aquarius e as empresas parceiras, visa desenvolver e difundir uma aplicativo que permita quantificar o nível tecnológico e o grau de informação dos produtores rurais em uma escala nacional e, ao mesmo tempo, indicar caminhos sólidos para adoção de tecnologias 4.0, respeitando  a curva de aprendizagem e aumentando a eficiência da adoção destas tecnologias.

Neste projeto, pretende-se selecionar agricultores com experiência prévia em agricultura de precisão e utilizá-los como pilotos na transição para a agricultura digital e de tecnologias 4.0. Como reconhece-se que existem diferentes níveis de adoção das Tecnologia 4.0 no agro, o primeiro passo é conhecer o estádio atual de adoção de inovações nas principais regiões agrícolas brasileiras e propor avanços graduais que irão permitir uma curva de aprendizagem progressiva em direção ao uso de tecnologias 4.0 em grande escala.

Ainda, ao possibilitar que o agricultor tenha conhecimento do nível tecnológico que outros agricultores estão utilizando com sucesso espera-se inspirar e estimular a adoção de soluções tecnológicas. O projeto propõe um Tour Tecnológico Virtual unindo as principais macrorregiões brasileiras do agronegócio, com troca de experiências, busca de soluções e superação conjunta de eventuais barreiras ao funcionamento das inovações tecnológicas disponíveis. Ao respeitar o nível tecnológico de cada produtor e suas necessidades atuais é possível fazer um planejamento adequado de adoção tecnológica, reduzindo os riscos de insucesso.

Estão previstas três fases para a execução do projeto:

– 1º Fase) formar um grupo de 50 produtores rurais, formadores de opinião, nas principais capitais do agronegócio brasileiro (regiões previstas: Não-Me-Toque/RS, Londrina/PR, Ribeirão Preto/SP, Luis Eduardo Magalhães/BA, Rio Verde/GO, Sorriso/MT, Primavera do Leste/MT, Campo Novo do Parecis/MT, Balsas/MA, Palmas/TO), convidando-os para integrar o grupo de consultores especiais de trabalho do Projeto Aquarius. Serão realizados workshops e lives abertas e fechadas. O Projeto submetido a ABDI e premiado faz parte do novo propósito do Projeto Aquarius: ajudar na Digitalização do Agro. Há 20 anos atrás o Projeto Aquarius foi pioneiro no RS no uso de técnicas de Agricultura de Precisão, com pesquisas, desenvolvimento de práticas e posterior difusão por todo país. Agora, o desafio é promover a adoção de práticas  da Agricultura Digital e Tecnologias 4.0.

2º Fase) Criação de uma Solução Tecnológica (plataforma e aplicativo) colaborativa com produtores, indústria de máquinas agrícolas, coorperativa, prestador de Serviço e Universidades parceiras do Projeto, com objetivo de diagnosticar em escala nacional o nível tecnológico de produtores, de forma georrefenciada que crie subsídios para ações posteriores de difusão. E ao mesmo tempo, os produtores que utilizarem a solução receberão um “benchmarking” de seu nível tecnológico em relação ao seu tamanho e região, sendo também uma “bússola” para a ajustes ou busca de novas tecnologias a serem implementadas que serão indicadas pelas experiências do Projeto Aquarius e seus parceiros;

– 3º Fase) Com o Projeto concluído, faremos uma campanha de difusão nas redes sociais com propaganda nos principais sites agrícolas, com lives comemorativas dos 20 anos do Projeto Aquarius e seus projetos tecnológicos. Concomitantemente ao desenvolvimento do Projeto, haverá participação nas principais feiras agrícolas do país, juntamente com os parceiros, fazendo a divulgação do Projeto, atingindo maior número de usuários e captando mais relatos de produtores para base da plataforma criando um grande “Big Data” da adoção. No novo site do projeto, iremos divulgar de forma pública resultados analíticos do nível tecnológico das propriedades brasileiras por estado, permitindo que vários atores do ecossistema estabeleçam estratégias mais eficientes no processo de digitalização e uso de tecnologias 4.0 nas propriedades agrícolas.

A execução efetiva começa em Janeiro e a previsão para obtenção dos primeiros resultados é já em Julho de 2021.

Mais informações e querendo colaborar com o Projeto entre em contato com o parceiro mais próximo de você: Stara, Cotrijal, Drakkar, OWS ou UFSM.

Mais informações sobre a premiação e a ABDI:

www.abdi.com.br/postagem/abdi-divulga-selecionados-do-edital-agro-4-0

COMPARTILHE EM SUAS REDES SOCIAIS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on reddit
Reddit

Posts Relacionados

×